Páginas

18.2.17

Cassi - Diretor de Saúde se reúne com o Conselho de Usuários (SP)



Reunião com Conselho de Usuários da Cassi SP.


Olá prezad@s participantes da Cassi e companheir@s de lutas,

Tivemos e estamos tendo uma longa semana de trabalho na gestão de nossa Caixa de Assistência, além das atividades desta agenda paulista, que vamos relatar sucintamente nesta postagem, tenho muitas súmulas e documentos para ler e analisar neste fim de semana. Minha semana começará com duas reuniões de Diretoria Executiva na segunda e terça-feira.


Reunião com o Conselho de Usuários da Cassi SP

Nesta quinta-feira 16, estivemos com as conselheiras e conselheiros e demais lideranças voluntárias em São Paulo. Mais uma vez, foi uma reunião de muita troca de informações e recarreguei as baterias para seguir lutando pelos associados de nossa Caixa de Assistência, pelo Modelo de Atenção Integral à Saúde e pelo fortalecimento da participação social.

Tem uma frase que me guia em meu trabalho político de representação de pessoas, de nossos colegas e pares: a prática como critério da verdade. Sou um grande defensor da participação social e busco fazer meus mandatos com muita transparência. Defender a manutenção e ampliação dos direitos dos associados e a maior participação deles é um objetivo de nossa gestão desde o primeiro dia de mandato.

Tive a honra de visitar o Conselho de Usuários da Cassi SP antes de minha posse, lá em 21/5/14. Ao reler a postagem (ver AQUI), fiquei muito feliz porque nestes quase 3 anos, persegui exatamente o que afirmei ali em reunião com os associados e lideranças. Como um gestor eleito, não permitimos ao BB que impusesse a quebra da solidariedade como estivemos em risco nas duas propostas que o Banco fez em nov/2014 e em mai/2015 por causa do déficit do Plano de Associados. A luta unitária após procurar a Contraf-CUT e demais entidades representativas fez a proposta final ter também a participação do Banco nos novos recursos e manutenção da solidariedade. Também estamos muito focados na saúde dos trabalhadores da ativa e nesta semana mesmo estive em reunião com o Sindicato dos Bancários de São Paulo Osasco e região e a Contraf para ouvir as questões sobre os bancários incorporados ao BB e possibilidades de soluções.

Alguns tópicos de questões abordadas entre nós na reunião do Conselho:

- Apresentamos um rápido balanço do período 2014 a 2016, relembrando a luta que empreendemos pelos direitos dos associados e defesa do modelo de Atenção Primária/ESF/CliniCassi nos debates com o Banco sobre o déficit no Plano de Associados. Como a Cassi é uma desconhecida do corpo social e comunidade, enquanto modelo assistencial e objetivos, saímos Brasil afora informando, ouvindo e pedindo parceria às dezenas de entidades sindicais, associativas e Conselhos de Usuários no trato diário com os participantes. Ano passado, fizemos isso também com os órgãos do BB nos Estados;

- Partilhei o planejamento de trabalho da Diretoria de Saúde e Rede de Atendimento para o ano de 2017, dando destaque para o foco central na Saúde dos Trabalhadores, pois vamos iniciar em março os Exames Periódicos de Saúde (EPS) e checkups em todas as bases do Banco e a parceria da Cassi com o Banco via convênio para o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), tem grande esforço de melhorias ano a ano na relação Dipes e Diretoria de Saúde. Nosso objetivo é fazer o máximo possível de ações coletivas, preventivas e de promoção de saúde porque é uma estratégia boa para Banco e trabalhadores e porque esta já é a missão da Cassi;

- Falamos sobre a questão da cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF), tanto nas capitais quanto no interior dos Estados. Explicamos que precisamos de recursos e investimentos orçados e destinados para o Modelo de Atenção à Saúde (ESF/CliniCassi). Quando chegamos à gestão em 2014, a ESF estava em declínio e contamos com o apoio e dedicação incríveis das unidades Cassi para sair de cerca de 155 mil pessoas cadastradas no meio de 2014 para cerca de 182 mil ao final de 2016 (e isto em crise de déficit). 

Defendemos a abertura de duas novas CliniCassi já entre 2017 e 2019, nas capitais de SP e RJ. e vamos apresentar um projeto de expansão da cobertura no interior dos Estados com Atenção Primária. Também votamos nos debates internos do final do ano, sobre os novos recursos oriundos do Memorando de Entendimentos, Consulta ao Corpo Social e Convênio de Ressarcimento, que precisamos ampliar as equipes de família, profissionais de pronto atendimento e profissionais envolvidos na gestão na desinternação hospitalar via Programa de Assistência Domiciliar (PAD) em unidades Cassi. Se não houver recursos rubricados para isso no orçamento 2017, que está em discussão neste momento na governança, não poderemos avançar como é necessário;

- Para não me estender muito no relato, cito que abordamos os medicamentos genéricos (por causa de matéria nada isenta do Fantástico/Globo atacando a política nacional de genéricos); o PAF e o esforço da Diretoria para melhorar os processos; a nossa luta pela melhoria nas comunicações da Cassi para os associados e prestadores, dentre outros temas;

- Entregamos para o Conselho de Usuários uma compilação dos 30 Boletins Prestando Contas Cassi, que a nossa Diretoria de Saúde e Rede de Atendimento faz mensalmente para contribuir com informações técnicas sobre o Modelo Assistencial da Cassi e todas as questões inerentes à gestão de nossa Caixa de Assistência e o setor onde ela atua.


Reuniões com entidades e lideranças em defesa da Caixa de Assistência

Nesta agenda que realizamos em São Paulo, pudemos nos reunir com lideranças sindicais na Contraf-CUT para reforçar o pedido de apoio à Cassi sob o ponto de vista dos eleitos pelos associados da entidade de saúde dos trabalhadores. Nos colocamos à disposição para a reunião prévia que as entidades signatárias do Memorando de Entendimento e Acordo com o BB farão antes da 1ª reunião de prestação de contas.

Também estivemos com dirigentes do Sindicato dos Bancários de São Paulo Osasco e região prestando contas de nosso mandato e ações realizadas, além de ouvir demandas e sugestões dos trabalhadores paulistanos.

Ainda consegui almoçar com nossa equipe de gestores da Cassi SP.

Abraços a tod@s e bom fim de semana,


William Mendes
Diretor de Saúde e Rede de Atendimento (mandato 2014/18)


Post Scriptum:

As despesas dessa agenda de trabalho da Cassi com fortalecimento da participação social foram por conta do Sindicato dos Bancários de São Paulo Osasco e região (passagens aéreas) e por mim mesmo. Agradeço o investimento do Sindicato para informar os bancários da ativa e aposentados e associados.

Nenhum comentário: