Páginas

14.5.16

Cassi acerta parcerias em defesa da saúde no Piauí


Olá companheir@s, amig@s e colegas do Banco do Brasil,

Estivemos nesta quinta-feira 12 cumprindo agenda da Diretoria de Saúde e Rede de Atendimento da Cassi em Teresina, Piauí. Ao longo do dia de trabalho realizamos diversas reuniões e finalizamos a agenda no Estado com a VIII Conferência de Saúde da Cassi Piauí.


Reunião Cassi, Super, Gepes, Sesmt e Sindicato.
Teresina, Piauí (12/5/16).

PARCERIAS EM DEFESA DA PROMOÇÃO DE SAÚDE

Nossa primeira reunião foi entre a Cassi, Super, Gepes, Sesmt e Sindicato.

É o 10º Estado que fazemos parcerias neste ano para melhorar a comunicação e as informações sobre a Caixa de Assistência e o Modelo de Atenção Integral e Estratégia Saúde da Família (ESF) para os funcionários na ativa.

Temos hoje 100 mil trabalhadores na ativa com pouco conhecimento do Modelo de Atenção Integral à Saúde, definido desde a Reforma Estatutária de 1996. Buscar parcerias com as entidades que lidam no dia a dia com os bancários traz boas perspectivas em dar mais pertencimento aos donos da Cassi.

Com um trabalho de formação em saúde e comunicação com os associados é possível ampliar o uso das unidades próprias de atendimento (CliniCassi), adequar as expectativas sobre quais serviços a Cassi presta nas unidades e, inclusive, nos permite identificar a condição de saúde dos participantes cadastrados e já passar a controlar doenças crônicas como, por exemplo, diabetes, hipertensão e nível de colesterol, e evitar agravamentos dessas doenças, a partir do acompanhamento de médicos de família e equipes multidisciplinares, mudando hábitos em prol da prevenção de doenças.


Equipe de funcionários da Cassi PI. Dedicação garantida
para atender aos nossos associados e familiares.

REUNIÃO COM OS FUNCIONÁRIOS DA CASSI

Conversar com os nossos trabalhadores da Caixa de Assistência, um de nossos maiores patrimônios, é um momento que considero muito importante nas visitas que fazemos aos Estados e às unidades administrativas e assistenciais da Cassi, das quais somos responsáveis como diretor da Rede de Atendimento, ou seja, da estrutura própria de nossa entidade de saúde.

Além de agradecermos a dedicação ímpar desses profissionais que cuidam de mais de 700 mil vidas, normalmente tiramos dúvidas, ouvimos sugestões e aprendemos todos os dias sobre a história da Cassi e sobre saúde e gestão em saúde.

Peço a tod@s da comunidade BB que sempre tenhamos muito carinho com esses profissionais.


Reunião com o Conselho de Usuários da Cassi PI. Os conselheir@s
fazem um trabalho voluntário valoroso para a Cassi.

REUNIÃO COM O CONSELHO DE USUÁRIOS CASSI PI

Na parte da tarde, nos reunimos com os conselheiros de usuários da Cassi Piauí. É um momento que prezo muito porque somos defensores da participação social em nossa entidade de saúde.

Além de ser um grande defensor dos Conselhos, a Diretoria de Saúde é responsável estatutariamente pela relação com esse fórum de voluntariado. Esse é um dos motivos do empenho que faço para manter agenda constante de contato com os Conselhos de Usuários.

Além de falarmos um pouco do trabalho que estamos realizando, ouvimos demandas oriundas dos debates dos conselheiros do Piauí.




VIII CONFERÊNCIA DE SAÚDE DA CASSI PI

Ao final da tarde, participamos da Conferência de Saúde e tivemos a oportunidade de conversar com dezenas de associados e lideranças locais na palestra que ministramos com o tema "Sustentabilidade da Cassi". Após a apresentação, tivemos um debate de alto nível com os participantes.

Explicamos que preparamos uma palestra desde as conferências de saúde em 2015, onde trazemos informações para dar subsídios aos diversos segmentos de associados da Cassi. Temos mais de 170 mil pessoas da ativa e aposentados que têm um grande desnível de informação sobre a Cassi e os problemas tanto do setor saúde, que afetam gravemente a nossa Caixa de Assistência e também os usuários, e temos uma entidade de saúde dos trabalhadores completamente diferente dos planos privados de mercado por sermos uma autogestão compartilhada entre patrocinador BB e associados..

Sem situarmos e adequarmos o nível de conhecimento de 100 mil bancários novos, mais 70 mil aposentados, e as dezenas de entidades representativas desses associados, dificilmente conseguiremos consensos sobre a busca de soluções para a Caixa de Assistência e para melhor uso dos planos de saúde porque são muito fortes os fatores externos que influenciam as pessoas para terem um comportamento que favoreça a ampliação do déficit do plano, o uso não adequado dos recursos e o não atingimento da missão da Cassi em cuidar das pessoas através da Atenção Integral à Saúde.

Esse é um trabalho estratégico que estamos fazendo na direção da Cassi como representante eleito pelos associados desde que chegamos para essa missão em junho de 2014.


Unidade Cassi Piauí.
Finalizo agradecendo profundamente o apoio e a dedicação dos funcionários da Cassi, das entidades representativas e pessoas que estão nos ajudando a cumprir esse nosso projeto de saúde e de melhoria de pertencimento à Caixa de Assistência cada vez que cumprimos uma agenda de contatar e estar com nossa base social.

A agenda que fizemos no Piauí e na Paraíba no dia seguinte à esta estadia em Teresina teve o trabalho zeloso e dedicado das gerências da Cassi e suas equipes e contou com o apoio dos Sindicatos que nos patrocinaram passagens e estadias, bem como patrocinaram e/ou apoiaram a realização das Conferências de Saúde as entidades AABB, ANABB, AAFBB e a direção local do BB.

Unindo essa comunidade Banco do Brasil, teremos muita capacidade de realizar objetivos comuns como fortalecer a Cassi e cuidar dos associados, bem como resistir aos ataques que podem vir aos nossos direitos a partir do estado de exceção que o Brasil começou a viver a partir desta quinta 12, dia da efetivação do Golpe de Estado, golpe parlamentar que tem agenda de ataques aos trabalhadores que representamos.

Abraços,

William Mendes
Diretor de Saúde e Rede de Atendimento (eleito)


Post Scriptum (27/6/16):

Matéria da Cassi sobre a Conferência de Saúde



Conferência do Piauí apresenta dados sobre o Plano

Participantes conheceram indicadores de uso dos serviços, receitas e despesas

A VIII Conferência de Saúde reuniu quase uma centena de participantes no Piauí, para debater sobre a sustentabilidade da Caixa de Assistência. Os indicadores de uso dos serviços assistenciais da CASSI foram apresentados pelo diretor de Saúde e Rede de Atendimento da CASSI, William Mendes. Ele também explicou o atual panorama da saúde suplementar, com ênfase para as operadoras de autogestão, e ainda os números referentes às receitas e às despesas da CASSI, que definem a taxa de sinistralidade: percentual da arrecadação consumido pelos gastos com atendimento.

Além dos dados gerais da CASSI, o diretor detalhou informações referentes ao uso do Plano no Estado do Piauí e fez um breve histórico da implantação da Estratégia Saúde da Família (ESF) para apontar no que é preciso avançar. Falou das dificuldades relacionadas ao credenciamento de prestadores e como a Instituição está conduzindo essas questões.

A Conferência foi realizada dia 12 de maio, na AABB de Teresina, pelo Conselho de Usuários e a Unidade CASSI PI. Entre os participantes estavam representantes da Superintendência do Banco do Brasil, da Gepes, de entidades ligadas aos funcionários do Banco e do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e Financiários no Estado do Piauí (SEEB), além dos membros do Conselho, que apresentou seus conselheiros para o biênio 2016-2018.

O coordenador do Conselho de Usuários do Piauí, Francisco das Chagas Franco, avaliou que a Conferência se tornou uma “oportunidade para conciliar ideias que atendam aos interesses de todos do Conselho de Usuários e da CASSI”. A gerente Geral da Gepes Piauí, Walléria Sampaio, considerou o evento “um momento importante para que todos os usuários do Plano conheçam melhor as ações de planejamento de atenção à saúde da família”.

A associada Maria Alice de Carvalho, que também esteve na Conferência, gostou de ter conhecido dados referentes à realidade da CASSI, como os apresentados pelo diretor. Para a associada Ângela Bernardini “este é um momento de reunir informações do plano de modo que se possa refletir sobre algumas ações”.

Nenhum comentário: