Páginas

12.12.16

Cassi acerta parcerias pela promoção da saúde no Ceará



Reunião Cassi, Super, Gepes e Sindicato no Ceará.

Olá companheir@s, amig@s e coleg@s do BB e da Cassi,

A Diretoria de Saúde e Rede de Atendimento da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil, área responsável pela condução do Modelo de Atenção Integral à Saúde e Estratégia Saúde da Família (ESF), bem como pelas unidades administrativas nos Estados e pelas unidades de atendimento à saúde, as 65 CliniCassi hoje instaladas, cumpriu agenda de parcerias pela promoção da saúde e prevenção de doenças no Ceará.

Com esta agenda em Fortaleza, Ceará, nós completamos uma meta desafiadora de nosso planejamento para 2016: visitar todos os Estados e o Distrito Federal para estreitar parcerias entre a Cassi e a Direção do BB - Super e Gepes/Sesmt - com o intuito de levar informações institucionais sobre a Caixa de Assistência para os 100 mil associados da ativa de forma permanente. Foi um percurso difícil de realizar por estarmos num país continental, mas valeu a pena.

Neste percurso de trabalho, pudemos reafirmar nosso compromisso de transparência e defesa da participação social da Comunidade BB no dia a dia de nossa Caixa de Assistência. Estivemos com todos os Conselhos de Usuários num dos anos mais difíceis da história da Cassi, buscando unidade em defesa da nossa autogestão, dos direitos dos associados e de mais conhecimento sobre a riqueza que é a Cassi como autogestão de Atenção Primária, sobrevivendo em um meio onde impera o lucro baseado na doença e com graves reflexos para autogestões que visam saúde como o nosso caso.

Enfim, escrevo emocionado a matéria da 27ª agenda de parcerias pela saúde, pela Cassi, pelos associados, pela participação social, e inclusive pelo patrocinador BB, porque a Cassi estar bem significa segurança para os trabalhadores do Banco.


REUNIÃO CASSI, SUPER, GEPES E SINDICATO NO CEARÁ

Na reunião de parcerias pela promoção de saúde e prevenção de doenças para os bancários do Ceará, diversas estratégias foram desenhadas para o ano de 2017. Teremos um trabalho focado a partir dos resultados do Exame Periódico de Saúde (EPS) e do checkup dos gestores para buscar melhoria nos níveis de saúde da população da ativa.

Também haverá parcerias de trabalho para ampliar a Estratégia Saúde da Família (ESF), o autocuidado com atividades coletivas, mudanças de hábitos alimentares, promoção de atividades físicas para combate a índices de obesidade e sobrepeso, dentre outras estratégias de saúde.

A Cassi tem quase 20 mil assistidos no Estado e cerca de 13 mil estão na capital Fortaleza e temos uma excelente estrutura de acolhimento em nossa unidade Cassi CE. O Banco e as entidades representativas vão atuar em conjunto para dar maior divulgação aos associados sobre os tipos de atendimentos realizados na CliniCassi Fortaleza. Nossas 5 equipes de família já cuidam de 5.600 participantes.


Reunião de gestão com os funcionários da Cassi CE.

REUNIÃO DE GESTÃO COM FUNCIONÁRIOS E POSSE DA NOVA GERÊNCIA

Nossa agenda em Fortaleza contou também com o evento de posse da nova gerência da Unidade Cassi CE. Estivemos reunidos com as lideranças da comunidade para fortalecer os laços de trabalho conjunto entre a Cassi Ceará e as instituições locais e associados.

Realizamos uma excelente reunião com o conjunto dos funcionários da Cassi no Estado. Cada reunião é única e a troca de informações, o acolhimento de sugestões e os desabafos sobre os problemas do dia a dia nos dão um grande pertencimento a esta Caixa de Assistência. Nossos funcionários são um grande patrimônio dos associados da Cassi.


Reunião com o Conselho de Usuários da Cassi CE.

REUNIÃO COM O CONSELHO DE USUÁRIOS DA CASSI CE

O Conselho de Usuários da Cassi é um fórum de voluntariado sem igual em instituições de saúde de autogestão ou que visam lucro. É uma riqueza da comunidade Banco do Brasil.

Participamos por mais de 3 horas de reunião com as lideranças do Conselho de Usuários do Ceará. Abordamos diversos temas, principalmente o amanhã, ou seja, o ano de 2017 como definidor de nossa Cassi para os próximos anos.

Pedimos muito que todas as lideranças e entidades representativas não se afastem do dia a dia da governança da Cassi no próximo ano porque teremos consultoria externa paga pelo Banco em nossa autogestão e é necessário atenção para os resultados e debates internos que ocorrerão no próximo semestre.

Reforçamos a importância da unidade por parte dos eleitos tanto na Diretoria, como nos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Sem empate do nosso lado, não teremos poder de negociação com a outra metade da gestão, o patrocinador BB, que tem sua metade coesa pela própria governança do Banco.


Reunião com a equipe do Sesmt do BB no Ceará.

REUNIÃO DA CASSI COM O SESMT CE

Ao visitarmos a sede da AABB Ceará, uma estrutura magnífica para os seus associados, nos reunimos com o pessoal do Sesmt porque a Gepes está instalada naquela localidade.

Foi uma ótima reunião de trabalho e saímos confiantes nas parcerias pela saúde em 2017 e próximos anos.


Plenária com os bancários do Ceará no Sindicato, no sábado 10.

PLENÁRIA NO SINDICATO COM OS BANCÁRIOS

Para fechar a agenda de três dias em defesa da Cassi e dos Associados estivemos na plenária realizada pelo Sindicato dos Bancários do Ceará no sábado. O tema central foi a reestruturação do BB, mas pudemos apresentar nosso ponto de vista sobre a Cassi, dar informes sobre as etapas vencidas até o momento como o Memorando de Entendimentos, a consulta ao Corpo Social, e a assinatura do Convênio de Ressarcimento nesta semana que se encerra.


Quero agradecer a acolhida que tivemos por parte de tod@s e das instituições que visitamos. Estamos encerrando um ano difícil, mas um ano movido a compromisso com a entidade de saúde que gerimos, com os associados que representamos e com os funcionários da nossa Cassi.

William Mendes
Diretor de Saúde e Rede de Atendimento (mandato 2014/18)


Post Scriptum:

Esta agenda de trabalho pela Cassi foi toda custeada por mim, o Diretor responsável pela gestão da saúde e pela estrutura própria de administração e atenção primária de nossa Cassi nos Estados. Para o indivíduo é um grande gasto, para a instituição seria um valor irrisório nas grandezas envolvidas das despesas administrativas e assistenciais. Eu não deixei de fazer o que entendo ser o nosso papel, muito por causa da forma como vemos o mundo, mas eu espero que nós da Direção não cometamos mais algo do gênero, porque o meu papel é estar nas unidades onde a Cassi realiza a sua missão no dia a dia.

Gastei cerca de R$ 1.800, equivalente a 2 diárias de hotel, passagem ida e volta, refeições e táxis.

Nenhum comentário: