Páginas

2.5.16

Relatório Anual 2015 está disponível para apreciação até sexta, 6/05



(matéria do site da Cassi)


Relatório Anual 2015: entenda o que será apreciado pelos associados até 6/5


Segue até sexta-feira, às 18h, o prazo para a votação no Relatório Anual 2015, que começou dia 27 de abril.

Está em avaliação o documento que reúne as principais ações da Caixa de Assistência no ano passado, as receitas e despesas com as respectivas justificativas – gastos com assistência médica, com cumprimento de decisões judiciais, despesas administrativas etc –, dados de uso dos serviços pelos participantes, a mensagem da Diretoria, que apresenta uma análise do cenário da Caixa de Assistência e os pareceres dos Conselhos Deliberativo e Fiscal e da auditoria independente.

Os dados referentes a 2015 foram aprovados tanto pela Diretoria Executiva, como pelos Conselhos Deliberativo e Fiscal. O parecer da auditoria independente também atesta, sem ressalva, que os dados contábeis apresentam “adequadamente, em todo os aspectos relevantes, a situação patrimonial e financeira da Caixa de Assistência (...) de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, aplicáveis às entidades supervisionadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar”.

O documento explica o déficit no Plano de Associados, em função do descasamento entre receita (contribuição sobre o salário dos funcionários ativos e aposentados) e as despesas, que têm aumentando com o maior custo dos serviços de saúde e a maior longevidade da população atendida. A análise sobre o que levou a esse resultado está na Mensagem da Diretoria, que aponta, também, alternativas para busca da sustentabilidade da Cassi.

A apreciação do Relatório Anual pelos associados está prevista desde 1996 no Estatuto da Cassi (Artigo 27).


Saiba do que trata cada capítulo do Relatório Anual


As informações do documento são fornecidas pelas diferentes áreas da Cassi e apreciadas pela Diretoria Executiva e pelos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Os dados contábeis são ainda avaliados por uma auditoria independente, e seguem modelo determinado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar.


Mensagem da Diretoria

Nesse espaço, a Diretoria Executiva analisa o resultado que a Cassi teve no ano anterior, explica os motivos que levaram a ele, as ações já tomadas e as medidas a serem adotadas. É a manifestação dos principais gestores da Instituição – os indicados pelo Banco do Brasil e eleitos pelo Corpo Social – sobre a situação atual.

Cassi em Grandes Números

O capítulo apresenta um retrato da população da Cassi, dividida por tipo de Plano, região do País e idade. Mostra como os participantes usaram a rede credenciada: total de consultas, exames, internações e cirurgias e a média desses eventos por beneficiário, incluindo a comparação com dados dos dois anos anteriores. Também há números referentes aos atendimentos pelos Serviços Próprios, as CliniCassi, que fazem atenção primária em saúde, e pela Central Cassi, responsável por autorizações de procedimentos e informações, dentre outros serviços feitos por telefone.

Atendimento aos Participantes, Atenção à Saúde e Gestão

Esses três capítulos reúnem a descrição resumida das ações mais significativas voltadas aos participantes do Plano, aos serviços de saúde e programas com foco na promoção de saúde e prevenção de doenças, e à melhoria da gestão da Caixa de Assistência.

Análise Econômico-Financeira

Nesse capítulo o desempenho econômico-financeiro da Cassi é apresentado em tabelas e gráficos, de forma consolidada e segregada por plano. As explicações resumidas possibilitam ao leitor entender o resultado de 2015 e perceber sua evolução em relação aos anos anteriores. Além dos rendimentos obtidos com a aplicação das reservas financeiras, é possível visualizar os valores arrecadados com as contribuições dos associados e as mensalidades do Cassi Família, os gastos com despesas assistenciais (internações, exames, consultas) e administrativas (pessoal, aluguéis, manutenção, processamento de dados).



Demonstrativos Contábeis

Nesse capítulo estão as demonstrações contábeis (balanço, fluxo de caixa etc), que seguem o padrão exigido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e estão de acordo com as práticas contábeis em vigor no Brasil, as normas do Conselho Federal de Contabilidade, Instituto dos Auditores Independentes do Brasil e Comitê de Pronunciamentos Contábeis. Tanto as demonstrações contábeis como as notas explicativas apresentadas são examinadas por auditores independentes, submetidas à apreciação do Conselho Fiscal e à aprovação do Conselho Deliberativo da Cassi.

Para ver o DOCUMENTO COMPLETO e o MANUAL DE VOTAÇÃO, clique aqui.

Nenhum comentário: