Páginas

14.4.16

Cassi acerta parcerias em defesa da saúde na Bahia



Reunião entre Banco do Brasil, Sindicato e
 Cassi em Salvador, BA.
"Para ir rápido, vá sozinho. Para ir longe, vá em grupo" (ditado africano)


Olá companheir@s, amig@s e colegas do Banco do Brasil,

Estamos em Salvador, Bahia, cumprindo uma agenda de trabalho da Diretoria de Saúde e Rede de Atendimento da Caixa de Assistência dos Funcionários do BB, a Cassi.

Por mais que pareça desinteressante termos agendas positivas em tempos de "crises" (surgidas ou criadas), nós não deixamos de acreditar na nossa tarefa de gestores eleitos em entidade de saúde e na missão da Cassi em promover saúde e prevenir doenças em seus associados, os trabalhadores do BB e familiares.

Estamos visitando o 8º Estado brasileiro em 2016 buscando parcerias em defesa da saúde dos funcionários do Banco do Brasil.

O Banco tem cerca de 100 mil trabalhadores na ativa associados à Caixa de Assistência e nós temos uma tarefa fundamental de instituir de forma sistêmica um canal de comunicação para falar com essa população de associados para informá-los sobre o que é a Cassi, como ela funciona, quais os direitos que eles têm como associados, quais as dificuldades existentes no setor onde a Cassi atua, ou seja, o setor saúde que passa por grave crise com reflexos para os usuários dos planos de saúde como a Cassi etc.

Em um sistema de saúde suplementar no modelo de autogestão, ou seja, AUTO-PATROCINADO pelos próprios donos (BB e trabalhadores) - sistema que não onera o SUS, é fundamental o olhar e o planejamento estratégico de longo prazo. Explico: A Cassi vai cuidar e atender os atuais cem mil associados da ativa e seus familiares pelos próximos 70 anos, mais ou menos.

Desde que iniciei o mandato como Diretor de Saúde eleito pelos associados em 2014, estamos atuando fortemente na questão da participação social e com uma estratégia definida de aumentar o pertencimento desta população em relação à sua Caixa de Assistência. 

Para fazer com que uma população tão grande e que vamos cuidar dela por tantas décadas utilize melhor seus direitos em saúde, sendo atendida em suas necessidades, e com sustentabilidade, é condição sine qua non, que essa população seja informada constantemente e que tenha acesso à educação em saúde.


Sorria, estamos chegando a Bahia.

Em nosso mandato já percorremos o país inteiro buscando parcerias com as entidades representativas da comunidade BB, sindicatos, associações da ativa e aposentados e Conselhos de Usuários. Também aproveitamos esta agenda de trabalho do Diretor de Saúde nas bases para conversar com os funcionários da Cassi, patrimônio valioso de nossa entidade, pois cuidam de nosso bem mais precioso: a saúde de todos nós e de nossos familiares.


DIRETORIA DE SAÚDE IRÁ AOS ESTADOS E DF BUSCAR PARCERIAS EM PROMOÇÃO DE SAÚDE E DIVULGAÇÃO DA ESF

Nesta nova etapa do trabalho de visitas as bases sociais da Cassi, estamos construindo uma agenda positiva de informações e promoção de saúde junto às Superintendências do Banco e Gepes, inclusive porque somos responsáveis pela Rede de Atendimento própria da Cassi, ou seja, as 27 unidades administrativas da Cassi e as 65 CliniCassi existentes neste momento. Nas capitais que estamos atuando convidamos também os Sindicatos para essa agenda em defesa da saúde.

O Diretor de Saúde tem um compromisso assumido com os gestores da Cassi nos Estados em criar canais facilitadores para divulgar a Estratégia Saúde da Família (ESF) porque esse é o modelo assistencial da Cassi e as unidades Cassi nos Estados atenderam ao pedido do Diretor de Saúde em cadastrar mais associados na ESF. Para que o ciclo de cuidados da atenção primária se complete, é necessária a aderência dos participantes cadastrados ao modelo. Cada vida que a Cassi puder cuidar a mais vale a pena, porque podemos salvar esta vida.

Assim como os demais estados que já visitamos nesta etapa (SP, AP, RO, RJ, MG, DF, MA) as parcerias que construímos aqui na Bahia entre Super e Gepes, Sindicato e Cassi podem nos render bons frutos através de notícias mais frequentes sobre a Cassi, o modelo de Atenção Integral e a Estratégia Saúde da Família (ESF), informações mais adequadas sobre eventuais problemas locais como rede credenciada, campanhas de saúde específicas, PCMSO e Exame Periódico de Saúde, dentre outras coisas.


Pô, dá um sorriso aí, já que
está indo para a Bahia...

A ATUAÇÃO PRÓXIMA ÀS BASES É SEMPRE A MELHOR FORMA DE NÃO SE AFASTAR DOS COMPROMISSOS ASSUMIDOS E TAREFAS A CUMPRIR

Eu sou representante eleito pelos trabalhadores do Banco do Brasil há muito tempo, desde o início dos anos dois mil. Já fui Conselheiro de Usuário da Cassi eleito em SP, já fui diretor do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e já fui diretor da Contraf-CUT. Atualmente, cumpro o mandato que os associados da Cassi me honraram com seus votos, e com apoio das entidades sindicais e associativas.

Tenho 24 anos de carteira assinada no Banco do Brasil, mais dois anos como bancário no Unibanco. A democracia das entidades criadas por nós bancários deve ser fortalecida a qualquer custo. A melhor forma de poder é aquela em que todos participam, opinam e cumprem suas obrigações.

Alguns valores nos movem nesta longa jornada que já empreendemos como representantes eleitos. Eu acredito na democracia e no trabalho de representação de nossos colegas trabalhadores. Acredito em organizar a base, ouvi-la e informar sobre a área que atuamos e formar politicamente nossos pares, no meu caso atual, formar meus pares sobre saúde e sistemas de saúde.


TENHAMOS FÉ NAS PESSOAS PORQUE TEM MUITA GENTE BOA POR AÍ. EU NÃO ACREDITO NO ÓDIO QUE QUEREM PLANTAR NOS CORAÇÕES DO POVO BRASILEIRO

Eu acredito no que faço e se tem uma coisa que me dá ânimo para seguir lutando pela Cassi e pelos associados que representamos, são as pessoas que tenho encontrado nos mais diversos pontos do país dentro de nossa comunidade BB. Temos muita gente boa em nossa comunidade, muita gente boa. Gestores do Banco, colegas associados da ativa e aposentados, lideranças das mais diversas entidades, funcionários da Cassi. É raro uma comunidade com tanta gente que faz voluntariado.

Vale a pena seguir com nosso trabalho! Isso é o que sinto cada vez que vou às bases sociais da Cassi em nosso vasto Brasil.

Amanhã temos ainda agenda com o Conselho de Usuários da Cassi BA e depois reuniões de trabalho com os funcionários da Unidade Cassi BA.

Já deixo meu agradecimento ao superintendente do BB aqui na Bahia e ao Presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, bem como ao nosso Gerente da Cassi nesta terra maravilhosa.

William Mendes
Diretor de Saúde e Rede de Atendimento


Post Scriptum:

Essa agenda foi custeada por mim. Gastamos cerca de R$ 494 de passagens + R$ 178 de diária de hotel, e cerca de R$ 200 de táxis e refeições (R$ 872)

Nenhum comentário: